0
Artigos

A Importância da Semiótica para o Design

Entre os vários conceitos que envolvem o desenvolvimento de projetos de design, um dos mais importantes é a semiótica, o estudo da representação de ideias ou objetos reais através de símbolos ou imagens, os chamados signos. Mesmo assim, muitos profissionais que atuam na área não sabem do que se trata ou nem sequer se interessam em conhecer.

Quando usamos signos no processo de comunicação, fica bem mais fácil transmitir uma ideia, mesmo se tratando de conceitos mais complicados e dessa forma é que se consegue construir estratégias de sucesso na criação de logotipos, identidade visual e toda a gama de serviços da profissão.

Para a comunicação baseada na semiótica ser bem sucedida, depende muito da capacidade que cada um tem pra dominá-la ou decifrá-la. Apesar de ser um conhecimento básico para estudantes de design, não é algo exclusivo do ambiente acadêmico, pois faz parte da prática do design.

O conhecimento sobre a semiótica é importante até mesmo na confecção de trabalhos simples, como um cartão de visitas, onde o desafio de preencher um pequeno espaço tem ao mesmo tempo a obrigação de tornar a comunicação mais fácil, como a utilização de ícones de telefone ou redes sociais.

A aplicação dessa metodologia garante aos designers uma ajuda essencial para dar sentido a uma ideia. Quem não a utiliza, na maioria das vezes é por falta de estudo e pouco acesso fora das universidades. É uma ferramenta que garante o entendimento sobre os detalhes que levam a comunicar de maneira mais eficiente e criativa.

Essa codificação em símbolos que tornam a comunicação mais elaborada e ao mesmo tempo mais simples é o resumo de como a semiótica é predominante no trabalho do designer, porém é um assunto que envolve muitos outros aspectos que ainda vamos falar bastante por aqui.

Comentários do Facebook
Carlos Mascarenhas

Carlos Mascarenhas

Cristão, auto didata, apaixonado por computação gráfica. Iniciou sua carreira em 1995 e até hoje busca aprimorar seus conhecimentos na faculdade eterna da Computação Gráfica.

Deixar Comentário